macumba, macumba amor, Magia para o Amor | Magia Branca | | Simpatias | Feitiços para o amor | Amarração para o amor | Trazer Amor de Volta | Simpatias | Macumba | Bruxaria | Bruxaria para o Amor | Simpatias para o amor | Trazer Amor | Macumba Amor  | Reconquistar Amor| Pessoa Amada voltar | Homem de volta| Mulher de Volta | Magia Branca Armo | ex namorado voltar | ex namorada de volta | amor de volta urgente | Amor de volta 24 horas | Magias | Mandingas  

Home

Alta Magia

Magia Branca

Magia Negra

Amarração para o Amor

Bruxaria
Feitiços
Kimbanda
Voodoo
Macumba
Encatamentos

Simpatias

Xamanismo

Cabala

Ocultismo

Umbanda

Candomblé

Oráculos Sagrados

Alquimia

Magologia

Orixás
Vodunsi
Egungun
Rezas
Amuletos
Depoimentos Reais

 

Fazer  Consulta Espiritual

 
 

 

Contato

           
 

O termo Macumba é utilizado primeiramente como designação genérica dada a vários cultos sincréticos afro-brasileiros, em geral fortemente influenciados por religiões como Candomblé, Catolicismo, Espiritismo, por cultos ameríndios, e outras crenças.
Outra acepção do termo, não tão conhecida, é a de um antigo instrumento musical de percussão, uma espécie de reco-reco, de origem africana.

     

Popularmente, o termo macumba é utilizado para designar genericamente e de maneira preconceituosa os cultos sincréticos afro-brasileiros derivados de práticas religiosas e divindades dos povos africanos trazidos ao Brasil como escravos, tais como os bantos, como o Candomblé e a Umbanda.

Entretanto, ainda que macumba seja confundida com o Candomblé e a Umbanda (que na verdade macumba é considerada uma das raízes de Umbanda e Candomblé) , os praticantes e seguidores dessas religiões recusam o uso da palavra para designá-las.

                                      

Macumba, na acepção popular do vocábulo, é mais ligada ao emprego do ebó, feitiço, "despacho", coisa-feita, mironga, mandinga, muamba;
Palavra usada no sentido pejorativo para se referir ao candomblé ou à umbanda;
Diz-se mais comumente macumba que candomblé, no Rio de Janeiro, e mais candomblé do que macumba, na Bahia.

Bibliografia da religiosidade popular

     
           
 

       
     
           

Templo Alta Magia Todos os Direitos Reservados

2001 - 2012